1887

Abstract

Na cidade de Manaus, AM, realizaram-se 138 sondagens<br>elétricas verticais (SEVs) no seu perímetro urbano,<br>empregando-se o método de Schlumberger, com<br>aberturas de malha de eletrodos variando de 1 m a 300<br>m. Com os dados coletados, produziram-se mapas de<br>isolinhas de resistividades elétricas aparentes do solo<br>superficial, correspondentes às aberturas de malhas de 1<br>m a 5 m. Dez métodos de interpolação de dados foram<br>utilizados, a fim de se obter os mapas de linhas de<br>contorno. Com o emprego de todos os dados, sem<br>exclusão, observou-se que a maioria dos métodos<br>conduz à formação de valores interpolados elevados, em<br>relação aos dados originais medidos, bem como à<br>condução irreal de linhas de contorno em regiões da<br>cidade onde não podem existir dados de resistividade<br>medida. Nestas condições, nenhum dos métodos de<br>interpolação conduziu a resultados realistas. Contudo,<br>quando se empregam conceitos estatísticos às séries de<br>dados coletados, excluindo-se aqueles discrepantes,<br>então há uma nítida melhoria no resultado alcançado nos<br>mapas, fazendo-se com que haja harmonia entre os<br>mapas e as séries de dados.

Loading

Article metrics loading...

/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.216.I_SG_SBGf2004_EL_14
2004-09-26
2020-11-25
Loading full text...

Full text loading...

http://instance.metastore.ingenta.com/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.216.I_SG_SBGf2004_EL_14
Loading
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error