1887

Abstract

O trabalho aqui apresentado visa indicar o<br>GPR (Ground Penetrating Radar) como método de<br>prospecção de feições geológicas em alguns terrenos<br>cristalinos capeados por coberturas sedimentares. Em<br>diversas porções da região NE do Brasil, a exemplo<br>de Equador-RN, as características geológicas e<br>climáticas favorecem o uso do GPR. Estas<br>características se refletem basicamente sob a forma de<br>um capeamento sedimentar pouco espesso e<br>relativamente resistivo, o qual não interfere<br>efetivamente na propagação das ondas<br>eletromagnéticas geradas pelo equipamento.<br>Com base no truncamento de refletores<br>subhorizontais referentes ao bandamento local, pôdese<br>identificar diversos sistemas de fraturas. Estes<br>fraturamentos diferem entre si basicamente com<br>respeito ao mergulho (desde baixo ângulo a<br>subverticalizado) e ao tipo de conectividade.<br>A consistência dos resultados com GPR é<br>atestada pelos dados dos levantamentos de<br>eletroresistividade e VLF elaborados no mesmo local.

Loading

Article metrics loading...

/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.217.081
2001-10-28
2021-11-30
Loading full text...

Full text loading...

http://instance.metastore.ingenta.com/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.217.081
Loading
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error