1887

Abstract

O imageamento da subsuperfície constitui-se<br>atualmente em um dos principais desafios imposto ao<br>geofísico. Dados de GPR, tais como tempo de trânsito<br>e amplitude da onda eletromagnética, associados com<br>velocidade e atenuação, quando adquiridos entre<br>poços vizinhos, permite reconstruir a geometria de<br>subsuperfície, estimando constante dielétrica e<br>condutividade elétrica. A técnica de tomografia por<br>reconstrução algébrica (ART) é aplicada para imagear<br>uma camada apresentando uma falha normal,<br>encaixada em um meio altamente resistivo. São<br>mostradas as imagens de velocidade e atenuação<br>resultante da tomografia ART, bem como imagens de<br>valores de constante dilelétrica e condutividade<br>calculados através de modelos físicos simplificados,<br>relacionando estes parâmetros. Mesmo<br>desconsiderando aspectos importantes como<br>reflexões, refrações e difrações, os resultados<br>permitem distinguir com certa eficácia a camada<br>falhada, o que demonstra a utilidade da técnica ART<br>no imageamento geofísico.

Loading

Article metrics loading...

/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.217.145
2001-10-28
2021-10-20
Loading full text...

Full text loading...

http://instance.metastore.ingenta.com/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.217.145
Loading
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error