1887

Abstract

Descreve-se uma campanha de medidas de monóxido<br>de carbono (CO), a bordo de avião, para caracterizar a<br>distribuição das concentrações numa região em que se<br>observou um processo especial de transporte das<br>massas de ar, que pode levar o produto das queimadas<br>para regiões de pouca queima. Para quantificar a<br>produção local, foi feito um levantamento<br>quantitativo sobre os focos de queimada na superfície<br>com base em dados de satélite. Um programa de<br>cálculos de trajetórias foi usado para informar o<br>padrão de circulação de massas de ar na área de<br>estudo. As trajetórias em destaque definem um<br>“corredor de circulação de massas de ar”, onde o<br>transporte dos gases de queimada é privilegiado. Com<br>estas informações e os dados adicionais de medidas<br>de concentração de CO, obteve-se as proporções de<br>CO, transportadas para diversas regiões na área da<br>circulação estudada. O caso mais intenso mostra que<br>na região ao norte de Mato Grosso do Sul e sul do<br>Estado de Goiás são injetados até 200 ppbv de CO<br>(da ordem de 70% do valor observado), na época<br>crítica (mês de setembro). Já ao norte do estado do<br>Paraná, 45% do valor observado de CO vem por<br>transporte das regiões de maior índice de queima.

Loading

Article metrics loading...

/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.217.360
2001-10-28
2021-10-24
Loading full text...

Full text loading...

http://instance.metastore.ingenta.com/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.217.360
Loading
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error