1887
PDF

Abstract

As emissões de aeroluminescência mesosférica, OI 557.7<br>nm, OH IR e O2 (0-1), medidas por um imageador de alta<br>resolução em Cachoeira Paulista (23o S, 45o W), com<br>medidas complementares do campo de vento via radar<br>meteórico, na mesma localização, foram usadas, no<br>presente trabalho, para investigação e análise de eventos<br>característicos de quebra de onda de gravidade. As<br>assinaturas das ondas de gravidade exibidas nas imagens<br>de aeroluminescência foram caracterizadas como<br>comprimentos de onda de pequena escala (10 ∼ 30 km) e<br>períodos próximos ao período de Brünt-Väisäla (5<br>∼ 8 min). Durante o curso de desenvolvimento da fase de<br>instabilidade, as estruturas de turbulência expandiram-se<br>em área, quase em alinhamento à direção de propagação<br>da onda. Eventos não lineares desta natureza são,<br>geralmente, de difícil acesso, devido a significativa<br>extensão vertical da camada de emissão, que tende a<br>produzir padrões de cancelamento no movimento de<br>ondas de gravidade de pequena escala.

Loading

Article metrics loading...

/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.217.411
2001-10-28
2021-10-25
Loading full text...

Full text loading...

http://instance.metastore.ingenta.com/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.217.411
Loading
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error