1887

Abstract

A técnica de empilhamento de dados de reflexăo sísmica conhecida como método do Elemento de Reflexăo Comum (CRE) foi apresentada por Gelchinsky em 1988 [1]. Ela tem como objetivo principal corrigir em parte o problema de desfocalizaçăo das imagens obtidas das feiçőes geológicas presentes em subsuperfície quando se utiliza a técnica de empilhamento convencional (tecnica CDP) que se baseia na distribuiçăo simétrica dos pares fontereceptor. Esta simetria causa o espalhamento dos pontos de refIexăo sobre refletores năo horizontais, causando perda de resoluçăo. Quanto mais raso e mais acentuado o mergulho do refletor, maior é o espalhamento dos pontes de reflexăo e em consequęncia pior é a sua definiçăo. Esta deficięncia do método CDP tem sido corrigida por meio de etapas de processamento adicionais ŕs já empregadas rotineiramente. Talvez a mais comumente utilizada seja a técnica conhecida como Dip Moveout (DMO) que tem o inconveniente de requerer como dado de entrada um modelo para a área em estudo. O método CRE baseia-se na distribuiçăo assimétrica dos pares fonte-receptor de tal forma que o espalhamento das reflexőes em um certo refletor para uma determinada familia CRE seja minimizado. O método foi aplicado a dados sintéticos (figura 4) e o resultado comparado com a seçăo obtida com a técnica CDP (figura 3) e com a seçăo zero-offset (figura 2).

Loading

Article metrics loading...

/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.316.88
1991-10-28
2021-10-17
Loading full text...

Full text loading...

http://instance.metastore.ingenta.com/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.316.88
Loading
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error