1887

Abstract

Estruturas rasas de gás săo formadas conforme características do ambiente de sedimentaçăo, juntamente com os processos evolutivos (períodos geológicos antigos), devido a uma intensa oxidaçăo de matéria orgânica acumulada sob efeito de altas pressőes e temperaturas. Eventos transgressivos e regressivos ao longo dos períodos geológicos podem alterar de diversas formas esse ambiente de sedimentaçăo, de maneira a modificar a distribuiçăo e quantidade da matéria orgânica disponível no local, a qual proporcionará a formaçăo dos diversos tipos de gases. A acumulaçăo destes gases pode ser na superfície ou subsuperfície da coluna sedimentar, ou podem estar dissolvidos na coluna de água. Estruturas rasas de gás săo acumuladas em diversas feiçőes geomorfológicas, na forma de coberturas acústicas, cortinas acústicas, colunas acústicas, turbidez acústica, entre outros (Frazăo et. al., 2007). Os escapes de gás também apresentam uma feiçăo característica, podendo ser na forma de plumas acústicas, pockmarks, entre outros (Frazăo et. al., 2007). A distribuiçăo espacial destes diferentes tipos de acumulaçőes depende do tamanho do grăo, porosidade e do tipo de sedimento ou rocha na qual os gases estăo presos. Provavelmente a porosidade nas fáceis sedimentares onde o gás se acumula e as fáceis selantes săo os principais fatores que determinam o tipo de acumulaçăo de gás (Frazăo et. al., 2007). A utilizaçăo da geofísica para a busca de jazidas, gás e petróleo tem se intensificado nas últimas décadas. Os métodos geofísicos constituem métodos indiretos de investigaçăo que tem especial relevância quando da investigaçăo de áreas submersas. Alguns dos motivos seriam que estes métodos constituem um conjunto de ensaios que possibilitam visăo mais ampla e contínua da subsuperfície investigada. Outro bom motivo é o fato de que esses métodos săo ensaios năo destrutivos ou năo invasivos, pois as informaçőes săo obtidas a partir da superfície, sem a necessidade da penetraçăo física no meio investigado (Souza, 2006). A resoluçăo dos registros sísmicos depende da feiçăo na qual o gás está acumulado, e o acúmulo destas estruturas rasas de gás é devido ŕ quantidade de matéria orgânica disponível no local. Acosta (1984) apud Frazăo et al. (2007) sugeriu que 7% da matéria orgânica săo o mínimo para gerar gás suficiente para mascarar o registro sísmico. O presente resumo tem por objetivo a descriçăo dos bolsőes de gases e o cálculo da profundidade onde estes se encontram, localizados na Lagoa da Conceiçăo e na Baía Norte na Ilha de Santa Catarina, Santa Catarina, Brasil.

Loading

Article metrics loading...

/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.341.107
2012-11-27
2022-11-30
Loading full text...

Full text loading...

http://instance.metastore.ingenta.com/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.341.107
Loading
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error