1887

Abstract

A perfilagem geofísica de poços, segundo Nery (1990), torna possível a identificaçăo das rochas da formaçăo geológica a partir de suas propriedades elétricas, acústicas, radioativas, etc. A perfilagem, executada durante a perfuraçăo, permite a avaliaçăo das formaçőes no que diz respeito ŕ porosidade, permeabilidade, conteúdo de hidrocarbonetos, litologia, entre outros. Desta maneira, é possível observar que este método geofísico é de suma importância na ultima fase de prospecçăo, fornecendo dados para geofísicos, geólogos, engenheiros de perfuraçăo, engenheiros de reservatório, engenheiros de produçăo, etc. Cada um destes profissionais extrai dos perfis geofísicos informaçőes de acordo com sua área de interesse. Geofísicos e geólogos, de um modo geral, procuram traçar correlaçőes estratigráficas com a sísmica de reflexăo, checando se topos e bases das principais fácies sedimentares estăo de acordo. Além disso, eles săo responsáveis por determinar se o ambiente é adequado para formaçăo de hidrocarbonetos, se há evidencias deste recurso, de que tipo ele é, e se está disponível em quantidades comerciais (Schlumberger, 1996). A respeito das diversas variáveis que afetam as medidas das ferramentas de perfilagem, evidenciamos a composiçăo mineralógica e, por consequęncia, a litologia das formaçőes. A partir destas informaçőes é possível caracterizar o reservatório sob diversos aspectos. Propomos neste trabalho uma metodologia para que seja feita uma Inversăo Mineralógica a partir de dados de perfis de um poço do Campo de Namorado, na Bacia de Campos. Com o auxilio de testemunhos retirados do poço no mesmo intervalo, faremos suposiçőes a respeito do conteúdo mineralógico, coletaremos as propriedades geofísicas de cada constituinte, elaboraremos um modelo de rocha sedimentar para as imediaçőes do poço e executaremos um script computacional que calculará o percentual volumétrico de cada constituinte da formaçăo em questăo. O objetivo deste projeto é verificar a eficácia de nossa metodologia, fazendo a análise da mineralogia calculada e identificando intervalos coerentes com o que foi interpretado através dos testemunhos. Assim, poderemos definir se o método é adequado para a estimativa da composiçăo mineralógica dos intervalos năo testemunhados deste campo petrolífero.

Loading

Article metrics loading...

/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.341.69
2012-11-27
2021-12-09
Loading full text...

Full text loading...

http://instance.metastore.ingenta.com/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.341.69
Loading
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error