1887

Abstract

Neste trabalho a porosidade e a permeabilidade de amostras de rochas provenientes da Bacia do Rio do Peixe, localizada no extremo oeste do estado da Paraíba, săo estimadas a partir de imagens microtomográficas. Aqui é realizada a comparaçăo das propriedades estimadas computacionalmente com os valores medidos através do método convencional de injeçăo de nitrogęnio. Foram analisados quatro plugues de rocha, sendo tręs deles de arenito e um de folhelho. Para a estimaçăo computacional da porosidade foi adotado o método do threshold e os valores de permeabilidade foram estimados pela soluçăo numérica da equaçăo de fluxo de Navier-Stokes. As imagens microtomográficas foram obtidas em plugues de rocha e em subamostras destes plugues. A resoluçăo das imagens obtidas foi de 24mm, para os plugues, e de 8mm para as subamostras. O valor de threshold que se mostrou adequado para estimar a permoporosidade das subamostras foi igual a 50. Nos plugues a resoluçăo alcançada está abaixo da necessária. A permeabilidade foi estimada com precisăo aceitável para as subamostras de granulometria mais grossa, sendo necessárias imagens de mais alta resoluçăo para a estimaçăo dessa propriedade em amostras de granulometria mais fina, como siltes e folhelhos. Os resultados deste trabalho mostram que a relaçăo entre as propriedades permoporosas segue aproximadamente o modelo de Kozeny-Carman, independente da escala de análise, o que permite extrapolar a sua interpretaçăo para uma escala maior, como a de estudos de campo.

Loading

Article metrics loading...

/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.341.7
2012-11-27
2021-10-19
Loading full text...

Full text loading...

http://instance.metastore.ingenta.com/content/papers/10.3997/2214-4609-pdb.341.7
Loading
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error